fbpx

Tenório Advogados

Pesquisar
Close this search box.

Golpes mais comuns envolvendo nome de advogados. Veja os cuidados

Assim como no mercado financeiro, golpistas tem se passado por falsos advogados ou usando o nome de escritórios para aplicar golpes em segurados do INSS que estão buscando as suas aposentadorias.

Fique atento!!

Nosso objetivo aqui é deixar você preparado para escapar desses golpistas e manter a integridade das suas informações e buscar um serviço verdadeiro e de qualidade para garantir a sua aposentadoria sem dor de cabeça.

Leia aqui:

1. Como que golpistas têm acesso a informações dos advogados?

A atividade de advocacia é pública e fiscalizada pela Ordem dos Advogados do Brasil, a OAB, que estabelece regras para o exercício da profissão, inclusive quanto às regras de publicidade que podem ser utilizadas por advogados ou escritórios. 

Assim como em outras atividades, o advogado ou o escritório de advocacia pode, dentro dos limites da profissão, dar publicidade do seu nome e a área de atuação com a identificação de placas na sede, sites, perfis de redes sociais e outros meios de divulgação. 

Se vocês consultarem nosso blog, por exemplo, conhecerão nossa história, o nome de nossos sócios, os artigos especiais sobre direito previdenciário e muitas outras informações.

Isso é bom e ruim.

É bom para a sociedade, para os segurados do INSS e outras pessoas que queiram saber mais sobre direito previdenciário e querem conferir a credibilidade e qualidade do trabalho que executamos.

O lado ruim, que não tem como fugir, que pode acontecer com qualquer escritório em qualquer lugar do Brasil, é aquele em que golpistas colhem essas informações e tentam enganar as pessoas.

Mas pode ser evitado.

Vejam como se cuidar e evitar problemas.

2. De que forma o nome de advogados pode ser usado indevidamente?

A imaginação dos criminosos é uma terra sem limites, mas a gente consegue ter uma ideia de como eles agem por causa de alguns golpes que já aconteceram e que podem se repetir.

Qualquer área da advocacia pode ser usada por estas pessoas, mas esta área que envolve aposentadorias chama a atenção porque: 

  • as regras de aposentadoria são realmente complicadas e eles passam falsas facilidades;
  • existe quantia de dinheiro que pode ser atrativa;
  • tecnologia pode ser usada indevidamente como forma de contato;
  • momentos de fragilidade dos segurados por causa de dificuldades financeiras ou doenças.

Infelizmente, o nome do advogado especialista em direito previdenciário pode ser envolvido em golpes relacionados:

  • à pedidos de aposentadoria, benefícios específicos e pensão;
  • à cobrança de honorários;
  • à cobrança de despesas judiciais e custas de processos;
  • à negociação e renegociação de dívidas;
  • ao depósito de valores realmente ganhos na Justiça;
  • a empréstimos consignados de segurados com ações de revisão de aposentadoria;
  • a auxílio-funeral, que deixou de existir em 1991.

Esses são alguns exemplos.

3. Como os golpistas agem na prática?

Em boa parte dos esquemas montados, os golpistas se apresentam como advogados ou associados de uma firma de advocacia legítima e usam das informações públicas para contactar os segurados.

Eles podem entrar em contato  com o segurados por meio de:

  • ligação telefônica;
  • mensagem de SMS;
  • mensagem por aplicativos de comunicação (Telegram e WhatsApp são os mais comuns);
  • e-mail;
  • cartas postadas e recebidas pelos correios.

Em qualquer umas dessas ferramentas de comunicação, os golpistas copiam as imagens dos escritórios e usam os nomes dos profissionais para entrar em contato.

No Telegram, WhatsApp e e-mail criam perfis usando as imagens, nome, endereços comerciais… tudo para dar a impressão que realmente o segurado está em conversa com o verdadeiro escritório.

Fale com um advogado

Estamos à disposição para atendê-lo
4. Como é feito o golpe ou as tentativas do golpe?

Se o segurado não tomar as medidas de segurança que daqui a pouco a gente conta, o golpista pode se aproveitar da farsa que montou agindo como se fosse o advogado de verdade.

Tem dois públicos alvo: quem não é cliente de nenhum escritório e os que já são clientes de algum escritório.

No caso das pessoas que não são clientes de algum escritórios, os golpistas abordam os segurados do INSS, por alguns dos meios que relacionamos acima oferecendo:

  • facilidades para o pedido de aposentadoria;
  • a liberação de valores de indenizações que não existem;
  • meios de acessar um liberação de pensão;
  • abatimento no valor de contribuições;
  • e outras supostas facilidades ou vantagens.

Normalmente, essas “vantagens” são oferecidas com o pedido de algum valor para pagar supostas “despesas administrativas”, “taxas de requerimento”, “certidão de protocolo” ou qualquer outro nome bem elaborado de algum documento.

Já no caso das pessoas que são clientes de algum escritório especialista em previdência, a abordagem é mais elaborada. Com informações de número e andamento do processo entram em contato com clientes dos escritórios e alegam que:

  • a sentença enfim saiu, mas precisa pagar uma taxa para implementar a aposentadoria;
  • é necessário fazer uma perícia ou nova perícia, e precisa pagar uma taxa;
  • para liberar os atrasados é preciso pagar uma taxa de liberação 
  • precisa pagar os honorários do INSS.

Em todas as situações, os golpistas sempre pedem dinheiro e oferecem vários meios “facilitadores” de pagamento, como:

  • pix;
  • ted ou doc;
  • transferência bancária;
  • boletos;
  • ordens de pagamento.

O objetivo é sempre financeiro, e usam dessas artimanhas e promessas para tomar o dinheiro dos segurados que podem estar desatentos ou em situações de fragilidade.

5. Como os golpistas têm acesso às informações tão detalhadas?

Hoje em dia informação é algo que vale muito.

Existem meios de pessoas mal intencionadas terem acesso às informações dos segurados do INSS. Por mais que o Governo invista em proteção de dados, infelizmente não são raras as notícias de ondas de golpes acontecendo com segurados.

No caso dos segurados que já são clientes de escritórios de advocacia o golpe é construído a partir de informações que são públicas.

Todas as decisões, de todos os tribunais são publicadas no Diário Oficial da Justiça. Neste diário os advogados acompanham o andamento dos processos e as decisões tomadas por juízes e desembargadores.

Nas publicações dos diários constam informações como o número do processo, o nome das partes envolvidas, o nome dos advogados, além do teor das próprias decisões. 

Até existem casos que ficam em segredo de justiça, mas essa não é a regra geral.

Com o número do processo, e dependendo do tribunal, é possível verificar informações bem detalhadas do processo, como petição inicial, procurações, declarações, documentos juntados pelas partes, decisões, sentenças, julgamentos e etc.

Os golpistas são tão bem articulados e de boa conversa, e ainda de posse de informações verdadeiras e precisas, que podem realmente enganar o cliente de um escritório.

6. Como escapar e que medidas tomar?

Mantenha-se alerta e confira as informações sempre.

Toda a oferta de vantagem extremamente fácil de realizar e resolver é questionável. 

É muito parecido com o golpe do bilhete premiado da loteria. Ninguém nunca abriria mão de uma boa quantia para receber menos.

Nos golpes envolvendo os segurados do INSS a dinâmica é diferente, mas a ideia de vender uma forma de agilizar, acelerar e facilitar é uma das características. Assim, sempre desconfie de algo que vai facilitar e resolver tudo só com um pagamento seu.

Você pode se proteger desses golpes com atitudes simples no caso de mensagens pelo celular (SMS, Telegram e WhatsApp):

  • verifique o número e confira se é o mesmo que você sempre fala com o seu advogado;
  • se o falso perfil conseguir esconder o número ou usar um número parecido, veja o DDD. Exemplo: nossa sede fica em Pernambuco e o DDD é 81, se alguém se identificar como do Tenório Advogados Associados de outro DDD, desconfie;
  • entre em contato imediatamente com o escritório pelos canais de contato que você já utiliza.

Pode ser que mesmo como essas providências, alguns segurados podem se manter seduzidos pelos golpistas – quando querem eles se esforçam para conseguir algo – você ainda pode verificar os documentos e informações que eles passam para os “pagamentos” fazendo algumas verificações:

  • Pix. Se o seu advogado atua sozinho e o nome que aparece é de outra pessoa, já é indício de algo errado. Se for um escritório de advocacia, normalmente tem um CNPJ, veja o nome também que aparece no momento do Pix, e tenha o mesmo raciocínio, se for diferente, desconfie;
  • Transferência, TED ou DOC. Essas formas de transferência usam também CPF ou CNPJ, faça a mesma verificação usada para o Pix;
  • Boleto ou guia de pagamento. Dependendo do boleto ou guia de pagamento consta o nome do beneficiário que vai receber o valor, mesmo que esteja com a logo ou nome do escritório, é possível ver os dados verdadeiros no momento da leitura do código de barras. Se estiver diferente, é golpe.

Seja esses meios de pagamento ou qualquer outro que seja “ofertado”, procure o seu advogado ou o pessoal que faz parte da equipe do escritório e verifique a veracidade dos pedidos. 

Não tem problema nenhum desconfiar e fazer mais de uma verificação, seja por ligação no telefone fixo, e-mail ou até pessoalmente, se o escritório ficar na mesma cidade onde você mora.

7. Como os profissionais podem auxiliar no caso de dúvidas?

Se vocês ficaram com dúvidas, entre em contato com a gente por meio do nosso WHATSAPP – esse é seguro e o oficial.

Toda a equipe do escritório Tenório Advogados Associados está engajada na entrega de informações claras e diretas para nossos leitores em uma linguagem que foge do tradicional juridiquês da prática dos advogados.

Gostaram do nosso artigo? Repassem para frente. Copie o link e mande para seus amigos e familiares.

O Tenório Advogados Associados tem atuado em Pernambuco há 20 anos com especialização em Direito Previdenciário. Temos orgulho da nossa tradição de excelência em nossos serviços.

Picture of Paulicléia Tenório
Paulicléia Tenório

Advogada da Tenório Advogados, OAB 38347 PE, graduada pela Universidade Federal de Pernambuco e pós-graduada em Direito Previdenciário pela INFOC.

Você está doente e precisa se afastar do trabalho?

Picture of Paulicleia Tenório
Paulicleia Tenório
Advogada da Tenório Advogados, OAB 38347 PE, graduada pela Universidade Federal de Pernambuco e pós-graduada em Direito Previdenciário pela INFOC.