fbpx

Tenório Advogados

Pesquisar
Close this search box.

Planejamento Previdenciário: Um Guia Simples para Garantir um Futuro Seguro

Olá, querido leitor!

Agora, iremos falar de algo que está no coração de todos nós: ter um futuro seguro e tranquilo.

Nada é mais desejado do que desfrutar da vida com paz de espírito ao chegar a hora da merecida aposentadoria. É para isso que estamos aqui, para te contar sobre algo que pode fazer toda a diferença: o Planejamento Previdenciário.

Deixem-nos mostrar este guia simples, mas completo, que lhe ajudará a garantir um futuro cheio de sorrisos e realizações.

Realmente, o melhor de tudo é que você não precisa encarar essa jornada sozinho! Temos um time de especialistas na advocacia previdenciária pronto para lhe auxiliar em cada passo desse caminho.

Este artigo irá lhe mostrar como o Planejamento Previdenciário pode ser o melhor amigo do seu futuro.

Vamos lá? O primeiro passo para uma aposentadoria tranquila começa agora!

Neste texto, você irá ler sobre:
1. O que é esse Planejamento Previdenciário?

Você já se perguntou o que é e para que serve o planejamento previdenciário?

Imagine esta cena: você aposentado, aproveitando a vida com a tranquilidade financeira que sempre sonhou.

Isso é possível.

O planejamento previdenciário pode ser a chave para transformar esse sonho em realidade, e aqui estão os motivos:

Primeiro, o porquê:

Tendo em vista a frequência cada vez maior de alterações da Previdência Social, alterando as regras e aumentando os requisitos para a tão sonhada aposentadoria, é cada vez mais necessário planejar o modo de atingir a aposentadoria.

Segundo, o como:

Aprenda a contribuir no valor certo.

Não fique preso a contribuições mínimas ou máximas para o INSS sem ter ideia do que vai receber lá na frente, é necessário saber exatamente o que irá ser útil para uma aposentadoria digna. 

A legislação previdenciária está em constante mudança, e você merece um benefício que atenda às suas metas.

Muitos segurados enfrentam a burocracia de pedidos sem a documentação correta, prejudicando a análise do INSS do seu pedido de aposentadoria. Não seja um deles.

Vale a pena consultar especialistas com autoridade no campo do planejamento previdenciário para evitar contratempos e garantir o melhor benefício possível.

O tempo é precioso. Antecipe-se ao pedido de aposentadoria, simplifique o processo e assegure que seus objetivos sejam alcançados. Não deixe escapar a oportunidade de planejar seu futuro financeiro de forma eficaz.

2. Como Funciona o Planejamento Previdenciário?

O planejamento previdenciário não é apenas um serviço.

Ele é um estudo estratégico que abre as portas para a aposentadoria que você merece. Aqui está como ele funciona na prática:

 

  • Tempo Investido com Propósito: você vai descobrir quanto tempo falta para que você alcance sua merecida aposentadoria e quais as etapas necessárias.
  • Revelação de Valores Mais Interessantes: este estudo revela os possíveis valores que você poderá receber como benefício.
  • Individualização dos Planos: o planejamento previdenciário é um estudo jurídico profundo, personalizado para sua situação única.
  • Organização e Prevenção de Problemas: evite dores de cabeça e negativas do INSS devido à documentação inadequada. Organize documentos e informações para um processo de aposentadoria tranquilo.
  • Visão de Longo Prazo: Mesmo que sua aposentadoria esteja a 10, 20 ou 30 anos de distância, os cálculos feitos agora levam em consideração reajustes e inflação, aumentando a precisão do valor a ser recebido quando chegar o momento de aposentar-se.
3. As Vantagens do Planejamento Previdenciário

Você já se perguntou quais são as vantagens de fazer um planejamento previdenciário?

Este processo proporciona uma maior segurança durante o período de aposentadoria e ajuda a prevenir surpresas desagradáveis e preocupações futuras.

Não existe uma lista oficial de vantagens, mas nós conseguimos listar algumas que são bem claras.

  1. Aposentadoria no Momento Certo

As mudanças nas regras de aposentadoria, especialmente após a Reforma da Previdência de 13/11/2019, têm gerado confusão entre os trabalhadores e segurados do INSS.

Muitos deles se deparam com dúvidas sobre qual regra se aplica ao seu caso específico.

O planejamento previdenciário oferece clareza diante das incertezas decorrentes das constantes mudanças legislativas, permitindo que você se aposente no momento certo.

Isso evita tanto o ônus de uma aposentadoria tardia, onde contribuições são feitas desnecessariamente, quanto o risco de uma aposentadoria precoce, que pode ser negada pelo INSS devido à falta de cumprimento de requisitos.

Por exemplo:

Imagine solicitar sua aposentadoria antes do prazo estipulado e, durante o processo, interromper suas contribuições.

Se o processo durar 8 meses e, no final, seu pedido for negado por falta do tempo mínimo exigido por lei, você terá perdido 8 meses de contribuição.

O planejamento adequado garante que você saiba o momento correto para solicitar sua aposentadoria, evitando problemas de um pedido prematuro ou de atraso na abertura do processo.

Um exemplo concreto:

Mariana, médica, com 57 anos de idade, comparece em escritório de advocacia especializado, verificando que possui 25 anos de tempo de contribuição como autônoma, mas,  durante a consulta, relembra que teve período de contrato com a Prefeitura do Rio de Janeiro.

Ao realizar o cálculo de seu tempo de contribuição, percebe que a soma dos períodos resulta no cômputo total dos 30 anos necessários para aposentadoria quando anterior à Reforma da Previdência, podendo inclusive aproveitar indeferimento anterior junto ao INSS.

O tempo de contribuição verificado, do vínculo com a Prefeitura do Rio de Janeiro é um ativo valioso, pois aproxima Mariana dos requisitos necessários para aposentadoria.

O planejamento previdenciário é fundamental aqui, pois ele ajuda a reconhecer e calcular períodos de contribuição preexistentes que podem ser utilizados para atingir os requisitos de aposentadoria.

O exemplo menciona que Mariana pode aproveitar um indeferimento anterior junto ao INSS. Com o planejamento adequado, é possível identificar as razões do indeferimento anterior e tomar medidas para corrigi-las, permitindo que Mariana tenha seu benefício aprovado.

Em resumo, esse exemplo destaca como o planejamento previdenciário pode ajudar um segurado a aproveitar ao máximo seu tempo de contribuição, reconhecendo períodos preexistentes, superando obstáculos passados e garantindo que ele esteja bem preparado para a aposentadoria.

  1. Contribuição na Medida Certa

Nem a mais, nem a menos.

Outra vantagem proporcionada pelo planejamento previdenciário é a garantia de contribuir com o valor adequado. Parece mentira, mas para obter o melhor benefício não é necessário contribuir com o valor máximo do INSS.

O cálculo de aposentadoria se baseia na média das contribuições, tornando desnecessário contribuir com o valor máximo ao longo de sua carreira, sendo comum que  alguns trabalhadores acabem pagando mais do que o necessário.

Usando o planejamento, é possível calcular sua média e determinar a contribuição ideal. Isso evita contribuições excessivas e direciona seus recursos de forma estratégica, permitindo que você utilize seu dinheiro de maneira inteligente.

Quer ver um exemplo?

Severina, do lar, com 60 anos de idade, comparece em escritório de advocacia especializado, verificando que possui apenas 12 anos de tempo de contribuição, sendo orientada a contribuir como facultativo individual. Sobre o valor específico, é orientada que a forma mais vantajosa para seu caso seria de pagar sobre 11% do salário mínimo, na modalidade Facultativo Individual, ou código de contribuição 1473.

Dessa forma, Severina, que já tinha previsão de se aposentar pelo salário mínimo, somente terá que contribuir por mais 3 anos, se aposentando aos 63 anos de idade e tendo o menor custo possível para atingir o benefício. Sem a devida instrução, Severina demoraria mais ainda para perceber a necessidade de contribuir, prejudicando o usufruto da aposentadoria.

No caso dela, que possui apenas 12 anos de tempo de contribuição e já tinha a intenção de se aposentar pelo salário mínimo, a orientação de contribuir como segurada facultativa com a alíquota de 11% do salário mínimo (código 1473) foi uma estratégia inteligente, visto que pagou o mínimo valor necessário para atingir a aposentadoria.

A contribuição adicional de 3 anos permitirá que Severina alcance os requisitos necessários para uma aposentadoria, proporcionando-lhe maior segurança financeira no futuro.

Sem essa instrução, ela poderia demorar mais tempo para perceber a importância de contribuir adequadamente, ou até mesmo realizar o pagamento sob a categoria ou valor errados, o que prejudicaria a receber sua aposentadoria.

  1. Redução de Impostos:

Em alguns casos, o planejamento previdenciário pode ajudar a reduzir a carga tributária do segurado, organizando a forma como as contribuições são feitas e como os benefícios são recebidos.

Isso pode resultar em economias significativas ao longo do tempo.

  1. Escolha da Melhor Categoria de Segurado

O planejamento previdenciário pode ajudar a determinar a categoria de segurado mais adequada para o indivíduo, seja contribuinte individual, facultativo ou demais modalidades.

Essa escolha pode impactar diretamente o valor da aposentadoria e outros benefícios.

Nós já até falamos sobre isso no post: Autônomo x MEI: para se aposentar, qual é mais vantajoso?

  1. Preparação para imprevistos

O planejamento previdenciário também leva em consideração eventos inesperados, como invalidez ou morte, e como eles afetarão os benefícios previdenciários do segurado e de seus dependentes.

Isso ajuda a garantir a proteção financeira em todas as circunstâncias.

Se você quiser saber Qual a aposentadoria mais vantajosa: aposentadoria por idade ou por invalidez? confira esse post.

  1. Aposentadoria maior, pensão maior:

Para segurados com dependentes, o planejamento previdenciário pode ajudar a maximizar os benefícios para a família, garantindo que cônjuges e filhos estejam devidamente cobertos e recebam o apoio necessário em caso de necessidade.

Como assim maximizar? Com a Reforma da Previdência de 2019, as pensões passaram a ser pagas com valor reduzido.

Então, se você conseguir aumentar o valor da sua aposentadoria, a pensão pode ser melhor. Fique por dentro de Como fica a pensão por morte das mulheres após a Reforma da Previdência?

  1. Adaptação a Mudanças na Legislação:

A legislação previdenciária está sujeita a mudanças a todo momento.

O planejamento previdenciário permite que os segurados se adaptem a essas mudanças e façam os ajustes necessários em suas estratégias para continuar a maximizar seus benefícios.

  1. Paz de Espírito:

Por fim, o planejamento previdenciário oferece paz de espírito ao segurado, sabendo que ele está tomando medidas ativas para garantir seu bem-estar financeiro na aposentadoria. Isso reduz a ansiedade e a incerteza em relação ao futuro.

Essas são as vantagens que conseguimos resumir e listar para vocês.

A vantagem da paz de espírito mesmo, foi descrita por um leitor que nos escreveu contando como foi bom ter feito um planejamento e a tranquilidade por ele proporcionada. Ficamos bastante felizes de proporcionar essa qualidade de vida para nossos leitores

Fale com um advogado

Estamos à disposição para atendê-lo
4. Para quem parou de trabalhar formalmente, vale a pena fazer o planejamento previdenciário?

O planejamento previdenciário vale a pena ser feitotanto para quem parou de trabalhar formalmente quanto para aqueles que estão muito preocupados com a aposentadoria.

Para Quem Parou de Trabalhar Formalmente:

Exemplo 1 – Dona de Casa:

Maria é uma dona de casa que não trabalhou formalmente, mas está preocupada com sua aposentadoria.

Ela pode fazer um planejamento previdenciário para determinar a melhor categoria de segurada facultativa e as contribuições ideais com base em seu orçamento.

O planejamento mostra que ela pode contribuir com uma quantia acessível e, com o tempo, acumular o tempo de contribuição para garantir uma aposentadoria segura.

Alternativa: Maria também pode considerar outras fontes de renda, como investimentos ou trabalho autônomo em meio período, para complementar sua renda e contribuição para a Previdência. No entanto, o planejamento previdenciário ainda é essencial para entender como as diferentes opções se encaixam em seu plano financeiro geral.

Para Quem Está Muito Preocupado com a Aposentadoria:

Exemplo 2 – Trabalhador Autônomo:

Carlos é um trabalhador autônomo que está preocupado com sua aposentadoria devido à irregularidade de sua renda, que varia de um mês para outro. 

Ele pode optar por fazer um planejamento previdenciário para calcular as contribuições adequadas, com base em sua renda variável.

O planejamento também ajuda Carlos a entender como eventos imprevistos, como doenças ou invalidez, podem afetar sua previdência e o que fazer em caso de necessidade.

Alternativa: Carlos pode considerar a contratação de um plano de previdência privada para complementar sua aposentadoria, caso ache mais vantajosa do que a Previdência Social.

No entanto, é importante que ele compreenda as implicações fiscais e custos associados a esse tipo de plano. O planejamento previdenciário ajuda a determinar se essa é a melhor alternativa para suas necessidades.

5. Como Encontrar um Serviço de Planejamento de Aposentadoria Confiável na Internet

Durante a pandemia da Covid-19, a população brasileira se familiarizou com a prestação de serviços online, incluindo o planejamento previdenciário.

No entanto, é natural questionar a confiabilidade desses serviços, especialmente quando se trata de algo tão importante quanto a aposentadoria.

Aqui estão algumas dicas importantes ao buscar um serviço de planejamento de aposentadoria online:

  1. Confira as Redes Sociais dos Prestadores de Serviços:

Empresas e escritórios de advocacia são os principais prestadores desses serviços e costumam manter perfis em redes sociais.

É recomendável verificar os comentários dos seguidores e as respostas dadas pelo escritório.

A maneira como eles interagem com os clientes nas redes sociais pode revelar muito sobre sua abordagem profissional.

  1. Consulte Sites de Reclamações:

Existem sites dedicados a indicar se um prestador de serviços recebeu reclamações e, caso tenha recebido, como essas reclamações foram tratadas e resolvidas.

  1. Leia o Conteúdo Produzido:

Escritórios de advocacia especializados em previdência geralmente produzem conteúdo informativo em seus sites para demonstrar sua expertise.

A leitura desse material pode ajudar a entender o conhecimento e a abordagem do escritório.

  1. Confira a Situação na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil):

Advogados e escritórios são regulamentados pela OAB e devem estar registrados e em situação regular.

Você pode verificar a situação do escritório consultando a OAB da sua cidade de forma online ou presencialmente.

  1. Verifique os Canais de Atendimento:

Atualmente, é possível contratar um advogado no Brasil sem a necessidade de contato pessoal.

Muitos escritórios organizados oferecem atendimento online para clientes em qualquer parte do país.

E tem mais dicas para escolher o Advogado Previdenciário Online:

  1. Confira os Endereços Físicos do Escritório:

Verifique se o escritório mantém um site completo com informações sobre áreas de atuação, localização, telefone e outros detalhes relevantes.

  1. Conheça a História do Advogado:

Leia a história do profissional para entender suas áreas de atuação e quanto tempo ele atua na área. A experiência do advogado pode ser um fator importante na escolha.

  1. Confira as Redes Sociais do Escritório:

Analisar as redes sociais do escritório pode fornecer informações adicionais sobre o advogado, como sua formação, especializações, experiência de trabalho e avaliações de clientes.

Outros sites de busca, como Instagram, Facebook, Linkedin, Youtube e blogs de artigos, também podem ser úteis para obter mais informações sobre o escritório e o profissional.

6. Não fique de fora

O planejamento previdenciário é fundamental para uma aposentadoria tranquila e segura. Ele ajuda a maximizar os benefícios da previdência e evita surpresas desagradáveis.

Lembre-se de que um planejamento previdenciário eficiente é a chave para um futuro seguro.

Se desejar ajuda profissional para o seu planejamento previdenciário, clique aqui.

Para mais informações sobre a importância do planejamento previdenciário, acesse este link. E se quiser saber mais sobre custos e o momento certo para requerer sua aposentadoria, clique aqui e aqui.

7. Fechando o assunto – Papel do Tenório Advogados

Valorize o conhecimento e a orientação oferecidos por profissionais de direito previdenciário.

Confie em especialistas em direito previdenciário, como os advogados do escritório Tenório Advogados, que têm autoridade e conhecimento profundo para lidar com questões previdenciárias complexas.

Lembre-se de que o tempo é essencial quando se trata de planejar sua aposentadoria. Aproveite as oportunidades agora para garantir um futuro financeiro seguro e uma mente tranquila.

Se você ainda está com dúvidas ou deseja um acompanhamento personalizado, entre em contato com a nossa equipe por meio do nosso WHATSAPP, para agendarmos uma consulta.

O Tenório Advogados Associados tem atuado em Pernambuco há mais de 20 anos com especialização em Direito Previdenciário. Temos orgulho da nossa tradição de excelência em nossos serviços.

Ah, se você gostou das informações deste texto, aproveite e compartilhe elas com a família e os amigos.

Picture of Paulicleia Tenório
Paulicleia Tenório
Advogada da Tenório Advogados, OAB 38347 PE, graduada pela Universidade Federal de Pernambuco e pós-graduada em Direito Previdenciário pela INFOC.

Você está doente e precisa se afastar do trabalho?

Picture of Paulicleia Tenório
Paulicleia Tenório
Advogada da Tenório Advogados, OAB 38347 PE, graduada pela Universidade Federal de Pernambuco e pós-graduada em Direito Previdenciário pela INFOC.